Bradesco cria área para alta renda – veja o que disse Luiz Carlos Trabuco

Com o objetivo de fortalecer a relação com os clientes de alta renda, o Bradesco vai criar uma área destinada a gestão de novos negócios e relacionamento com esses clientes. Segundo o presidente-executivo Luiz Carlos Trabuco Cappi, em nota, que a mudança visa fortalecer o atendimento de um nicho com grande perspectiva de crescimento no país. “Não se poderá contar a história do setor bancário brasileiro dos próximos dez anos sem dar foco e atenção especializada ao segmento de alta renda”, destacou o banqueiro.

O responsável pela nova área será Guilherme Muller Leal, que antes era Diretor Executivo do segmento Corporate. Em seu lugar assume Bruno Melo Boetger, que deixa o cargo de Diretor do Departamento de Câmbio. Guilherme Leal é formado em economia e pós-graduado em finanças corporativas pela PUC-RJ. Já são 18 anos de casa e diferentes cargos conquistados desde então.

Já Bruno Boetger atua na instituição há 10 anos e agora ingressa no grupo de profissionais que chegam a Diretora Executiva do banco. É formado em Administração na FGV e mestre em Finanças pela Universidade Cornell.

Quem é Luiz Carlos Trabuco Cappi?

Trabuco como é chamado por amigos e parentes é um executivo de 66 anos que está no banco desde 1969. Desde seu ingresso na instituição passou por diferentes cargos e níveis hierárquicos. Esteve à frente da área de comunicação, da Seguros, previdência social e foi vice-presidente do banco. Na Seguros, por exemplo, foi responsável pelo aumento da participação da companhia de 26% para 35%.

Nascido na cidade de Marília, no interior de São Paulo, Luiz Carlos Trabuco Cappi formou-se em Filosofia na UNESP. Sempre se mostrou um executivo discreto, dado ao trabalho, acometido em seus discursos, evitando sinais exteriores de riqueza.

Desde 2009 é o atual presidente executivo, o quarto na história da instituição, e presidente do conselho administrativo do banco. A partir de março do ano que vem deixará a presidência executiva, uma vez que o estatuto não permite que ocupe as duas posições, a não ser provisoriamente.

A gestão de Luiz Carlos Trabuco Cappi é marcada pelos investimentos em recursos e no bom atendimento ao público, além da aquisição do HSBC brasileiro. A compra iniciou em 2015 e foi concluída no ano seguinte pela quantia de US$ 5,2 bilhões, pos faltava a aprovação dos órgãos reguladores. no que foi considerada a maior transação comercial do ano no país. A condução da compra fez com que Trabuco fosse escolhido o Empreendedor do ano na categoria finanças pela mídia especializada.

E não foi apenas isso, tendo em vista que a compra do banco estrangeiro permitiu que o Bradesco permanecesse na briga pela liderança no setor privado. Somando as participações dos dois bancos, o Bradesco supera o concorrente no número de agências bancárias, no total de correntistas e fundos de investimento. Em mais três itens há uma boa aproximação, são eles: empréstimos concedidos, ativos e depósitos realizados.

Na ocasião Luiz Carlos Trabuco Cappi destacou que o crescimento com a compra do HSBC só poderia ser obtido organicamente em cerca de seis anos.